O Fim da Dilma?

Esta publicação vem de um e-mail recebido desta consultoria e só está aqui porque trás dados e fatos interessantes ao leitor. Não se trata de propaganda dos serviços prestados por ela.

Levy-Banner-Email

 

 

Caro leitor,

A crise chegou no mercado de trabalho. Ruiu o último pilar a que se agarrava o governo Dilma.

A taxa de desemprego pulou de 6,8% para 7,4% no trimestre encerrado em fevereiro.

Após contaminar todos os segmentos e indicadores da economia, que voltaram a níveis de 10 a 20 anos atrás, a crise adentra o seu estágio de MAIOR IMPACTO SOCIAL.

Temos apenas uma saída: toda a esperança está depositada no ajuste fiscal.

Mas, na prática, o ajuste simplesmente ainda NÃO EXISTE. (veja aqui o porquê)

A rejeição da presidente atingiu nível visto somente no impeachment de Collor.

Em meio a uma reforma ministerial velada, iniciada com menos de três meses de mandato, Dilma já não é mais quem governa o País. A economia está nas mãos de Joaquim Levy. A política, de Michel Temer.

O que sobra?

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s