TSE pode se tornar cúmplice de Dilma

Se o TSE, diante de todas as evidências e provas, não cassar o mandato de Dilma e não tornar Lula inelegível, dará a maior demostração de cumplicidade e aparelhamento criminal e ideológico “nunca antes visto na história deste país”, como esbraveja corrupto, imprestável e abestado Lula.

Ministro que votar contra a cassação da presidANTA imconpetANTA tem que ser preso por conivência e cumplicidade. Uma coisa é convicção política ou ideológica, outra, extremamente grave, é compactuar com o crime.

Ministros de cortes especiais não fazem concurso público de provas e títulos. São indicados pelo governante que os escolhe de acordo com suas relações, na grande maioria das vezes escusas e contrárias aos interesses do povo e do contribuinte brasisleiros.

A jurisprudência brasisleira devia ter a prática e o bom-senso de incluir em todas as constituições da República Federativa do Brasil uma cláusula pétrea e eterna (aquela que não pode ser mudada de nenhum jeito, nem revogando a constituição e fazendo outra) obrigando a escolha de Ministros do STF, STJ, TSE, TST, STM, TRFs e todos os demais tribunais, sempre dentre magistrados opositores ao governo e tendo mandato fixo e coincidente com o do mandatário, pois tem seus salários pagos pelo contribuinte, obrigados a entregar à força grande parte do fruto de seu trabalho para sustentá-los, independente de convicção político-partidária ou sectária.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s